The Flash (1990) vs. The Flash (2014)

2685429 Ele é conhecido no Universo DC como o Velocista Escarlate, e também como “O Homem Mais Rápido do Mundo” (acredito que ganha na supervelocidade até do Superman). E atualmente está fazendo um grande sucesso na televisão com uma série renomada (que criou um universo televisivo ao se interligar com a série Arrow – Arqueiro Verde, como é conhecido aqui no Brasil), sendo uma das melhores séries de super-herói do momento. É claro que eu estou falando do Flash.
Apesar de nos quadrinhos quatro pessoas terem usado o nome de The Flash – sendo que três delas usaram o tradicional uniforme vermelho (o Flash original, Jay Garrick, ou Joel Ciclone para os fãs mais nostálgicos usava uma roupa normal e um capacete característico); o mais conhecido dos Flashs é, sem dúvida o Flash II – Barry Allen (que é tio do Flash III – Wally West e avô do Flash IV – Bart Allen). Barry foi criado em 1956 e foi o pivô para a existência de universos paralelos na DC Comics, dividindo as eras dos quadrinhos em Era de Ouro e de Prata. Barry morre no evento “Crise nas Infinitas Terras“, que unificou o multiverso DC em um único universo; ficando afastado dos quadrinhos por quase 30 anos, e só voltou aos quadrinhos recentemente, com um novo reboot na DC – e novamente sendo o pivô do mesmo, ao voltar no tempo e mudar toda a história do Universo DC no arco Flashpoint – que resultou nos atuais Novos 52. Sendo Barry o mais conhecido dos Flashs, seria natural que a TV investisse num seriado dele (já que Batman e Superman estavam sendo usados – e ainda estão – no cinema, sendo focados em outro tipo de mercado).

John Wesley Shipp, que foi Barry Allen/Flash nos anos 90...

John Wesley Shipp, que foi Barry Allen/Flash nos anos 90…

Acabei de assistir a primeira temporada de Flash (2014), que por sinal é muito boa (a segunda temporada já está em exibição na TV – mais detalhes abaixo) e digo a vocês que esse personagem tem me cativado cada vez mais – a última série da DC que me prendeu tanto a atenção assim foi Smallville, mas depois da sétima temporada a série do jovem Superman só encheu linguiça – tive que esperar 10 anos para ver o protagonista em seu uniforme. Mas isso é outro assunto. A adrenalina que me causou cada episódio da série de 2014 me fez lembrar de uma outra (que eu assistia na TV Globo quando eu era criança), lançada em 1990 e que, mesmo sendo muito boa, só durou uma única temporada. Digo que comparar a série de 1990 com a série de 2014 é como comparar Lois &Clark (1993-1997) com Smallville (2001-2011). Afinal, são visões diferentes para o mesmo personagem. Mas assim como a última série do kryptoniano teve participações de atores e atrizes que de alguma forma estiveram envolvidos com o Superman; com Flash (2014) não é diferente! A começar com o ator John Wesley Shipp, que foi o ator a envergar o traje do Flash em 1990. No seriado de 2014, Shipp faz o papel do pai de Barry, Henry; preso injustamente por um crime que não cometeu. Outro ator que participou das duas produções foi Mark Hamill, o eterno Luke Skywalker, dessa vez como o mesmo personagem: o vilão Trapaceiro – inclusive no episódio em que Hamill participa em 2014 são exibidas fotos de Hammil no episódio em que ele participou em 90 – como sendo o Trapaceiro original. O que nos leva a crer que, embora a série de 90 seja completamente diferente da de 2014, não haveria problema em alguns atores reprisarem seus personagens.

... voltou em 2014, agora como o pai do Flash, Henry Allen.

… voltou em 2014, agora como o pai do Flash, Henry Allen.

As duas séries procuram se aproximar ao máximo dos quadrinhos, contando com a presença de vários inimigos clássicos do Flash. A diferença é que, enquanto na série de 90 Barry passa a maior parte dos episódios combatendo criminosos comuns, com a presença de apenas um ou dois vilões dos quadrinhos; em 2014 a história é outra: o acidente que deu poderes a Barry também foi o responsável por transformar criminosos comuns em “meta-humanos”. A origem do Flash porém, é parecida nas duas séries (a cena em que o raio atinge Barry no laboratório e o joga numa prateleira cheia de produtos químicos é idêntica nas duas versões): Barry Allen é um funcionário da polícia científica (CSI) de Central City, que após o acidente mencionado acima desenvolveu poderes de super velocidade.

Infelizmente a série dos anos 90 só durou uma temporada. Mesmo assim, vale a pena dar uma conferida, especialmente por conta de algumas curiosidades:

  • Nesta versão, Barry Allen tem um irmão chamado Jay (nome familiar?) que foi assassinado brutalmente por um ex-policial. Barry decide usar seus poderes para combater o crime inicialmente para vingar a morte do irmão (onde foi que eu vi isso mesmo? Com Grandes Poderes vem Grandes Responsabilidades, tal e coisa?). Bem, esse irmão do Barry só existe no seriado (bem como o seu assassino) e sua morte aconteceu no piloto, que tem uma hora e meia de duração e já foi exibido exaustivamente na Sessão da Tarde, na Globo e no saudoso Cinema em Casa, no SBT. Quanto ao pai e à mãe de Barry (Henry e Nora), os dois são vivos na série.
  • Barry tem como ajudante a Dra. Christina McGee, dos Laboratórios S.T.A.R. (os mesmos laboratórios famosos nos quadrinhos e na série de 2014). No Flash de 2014, “Tina”, como é mais conhecida, trabalha num laboratório concorrente, e é uma peça chave para a primeira temporada da série. Curiosamente Tina foi interpretada pela mesma atriz (Amanda Pays) nas duas versões.
  • O amor da vida de Barry Allen – Iris West – só aparece no piloto da série, sendo deixada de lado nos demais episódios. Parece que o interesse da Warner era juntar Barry com Tina McGee.
  • A trilha sonora da série dos anos 90 (especialmente a música da abertura) lembra vagamente os filmes do Batman de Tim Burton. Isso porque o responsável pelas músicas da série é ninguém menos que o lendário Danny Elfman, que também compôs a trilha sonora dos filmes do Morcegão mencionados acima.
  • Alguns episódios foram recortados e lançados posteriormente em VHS sob o formato de filme: The Flash (1990), o piloto da série; Flash II – A Vingança do Trapaceiro (1991), que compila num único filme os episódios 12 e 22 da série; e por último Flash III – Sombra da Noite (1991), compilado dos episódios 9 e 16, onde Flash faz um team-up com outro herói chamado Sombra (Nightshade, no original).
  • No episódio 07, Barry passa em frente a um cinema onde estão em cartaz os filmes do Batman (1989) e Superman (1978), dando a entender que essa série do Flash se passa em um universo diferente, onde os outros heróis da DC são personagens fictícios.
  • Apesar da supervelocidade do Flash, na maior parte do tempo ela não ajudava muito. Barry vivia sempre sendo pego por trás ou caindo em alguma armadilha. Esse foi um dos pontos negativos da série.
  • Outro ponto negativo é que, em todos os 22 episódios da série, em apenas três ou quatro aparecem vilões conhecidos dos quadrinhos (Trapaceiro, Mestre dos Espelhos e Capitão Frio – com origens diferentes da dos quadrinhos, mas tudo bem). Ainda assim, o único episódio em que Barry enfrenta um ser com poderes é aquele em que ele encontra um clone de si mesmo (que usa um traje azul – uma menção ao Flash Reverso?). Nos demais episódios, Barry está sempre combatendo criminosos comuns, que vão de cientistas loucos a psicopatas assassinos, passando por traficantes de drogas e armas e políticos corruptos.
  • O último episódio da série “O Julgamento do Trapaceiro” – termina em uma nota aberta, com Barry ainda vivendo sua vida dupla de policial/herói mascarado. A última cena aparece com o povo de Central City erguendo uma placa que diz  “cidade do Flash“, dando a entender que a série teria uma segunda temporada, que infelizmente não ocorreu.

Em contraponto com a série de 1990, o Flash voltou a aparecer na televisão no ano passado, como parte de uma proposta da Warner de criar um Universo Televisivo da DC, com heróis do “segundo escalão”, já que o primeiro escalão é exclusivo dos cinemas. Assim, em 2012 a Warner deu o primeiro passo com a série Arrow – a primeira série da DC após o final de Smallville. E foi num episódio duplo de Arrow da segunda temporada que nos foi apresentado o segundo super-herói desse universo compartilhado – Barry Allen (ainda sem sofrer o acidente que o transformou no Flash), um cientista forense que está investigando um caso e sem querer topa com Oliver Queen, o Arqueiro Verde – que mais tarde se tornaria um de seus melhores amigos.

Stephen Amell (esq.) deu vida ao Arqueiro Verde/ Oliver Queen na série Arrow. A primeira aparição de Barry Allen (Grant Gustin, da série Glee, à dir.) foi na segunda temporada de Arrow, antes dele se tornar o Flash.

Stephen Amell (esq.) deu vida ao Arqueiro Verde/ Oliver Queen na série Arrow. A primeira aparição de Barry Allen (Grant Gustin, da série Glee, à dir.) foi na segunda temporada de Arrow, antes dele se tornar o Flash.

Nesses dois episódios de Arrow (mais especificamente o 8 e 9 da segunda temporada) após ter visto sobre um roubo nas Indústrias Queen realizado por um homem com força sobre-humana, que é semelhante a um que ocorreu em Central City, Barry vai para Starling City (a cidade do Arqueiro), se oferecendo para ajudar Oliver Queen a resolver o caso. Enquanto investiga o caso, ele é auxiliado por Felicity Smoak, a assistente de Oliver, de quem Barry acaba ficando próximo e revela a ela ser um grande fã do Arqueiro. Oliver desconfia que Barry não esteja dizendo quem ele realmente é, e manda seu amigo e segurança, John Diggle, investigá-lo. Após receber as informações de que precisava, Oliver confronta Barry, obrigando-o a dizer quem ele realmente é, e Barry diz que é um assistente de laboratório da polícia científica, que está vendo o ocorrido como uma oportunidade para tentar provar a inocência de seu pai que foi preso por um crime que não cometeu e conta a eles sobre a noite em que sua mãe foi morta por um misterioso homem de roupa amarela. Ele recebe uma ligação do Departamento de Polícia de Central City, obrigando-o a retornar para a cidade. Ele se despede de Felicity e vai para a estação de trem, porém chega atrasado e acaba perdendo a viagem. De repente, ele é atingido por um dardo e desmaia. Ao acordar ele está dentro do esconderijo do Arqueiro, com Felicity diante dele pedindo para que salve Oliver, que foi envenenado. Barry consegue salvar Oliver e promete a ele não revelar o segredo dele. Depois de auxiliá-lo a encontrar e derrotar Cyrus Gold, Barry dá de presente para Oliver uma máscara para que ele use em suas missões como Arqueiro e retorna para Central City. No final do episódio, Barry acaba sendo atingido por um misterioso raio e desmaia. Nasceria ali o Flash!

Alguns meses depois da exibição desses episódios de Arrow (mais especificamente estreando simultaneamente à terceira temporada do Arqueiro), nos seria apresentada a série do Flash, onde nos são apresentados os personagens principais da série. Barry Allen (Grant Gustin) é o filho único de Henry (John Wesley Shipp) e Nora Allen e sofria bullying na escola. Certa noite, Barry, que estava dormindo, desce as escadas, indo em direção a sala e vê sua mãe envolta em um tipo de vórtex vermelho e amarelo. Por um momento, Barry vê um homem trajado de amarelo que, no momento em que seu pai aparece, o tira de dentro da casa deixando-o a quarteirões de distância. Mas o que o jovem Barry não sabia, é que dentro da casa estava tendo uma luta entre o Homem de Amarelo e sua própria versão futura. Assim que retorna a sua casa, Barry vê seu pai sendo levado pela polícia, acusado de ter matado Nora. Com o pai preso, Barry é adotado pelo detetive Joe West, pai da melhor amiga de Barry, Iris. Quando Barry começou a morar com os West, a relação entre ele e Joe não era amigável, devido ao garoto sentir falta de seu pai, mas com o tempo, Barry passou a ver Joe como seu segundo pai. Na escola, Barry era constantemente humilhado por Tony Woodward.

Na série de 2014, Candice Patton interpreta o amor da vida de Barry, Iris West.

Na série de 2014, Candice Patton interpreta o amor da vida de Barry, Iris West.

Quando adulto, Barry se torna um policial forense obcecado por fatos inexplicáveis, sendo taxado de esquisito pelos seus colegas de trabalho, além de sempre chegar atrasado nos seus compromissos, mas também é um grande amante da ciência, tanto que está empolgado para ver a ativação dos acelerador de partículas do Dr. Harrison Wells no Laboratórios STAR, que possibilitará um grande avanço nos estudos científicos.

Na noite do evento, Barry comenta com Iris sobre sua ida a Starling City e tenta revelar seus sentimentos a ela, porém a jovem o vê como um irmão (já que foram criados juntos). Durante a cerimônia de abertura, um ladrão rouba a bolsa de Iris, que tem o laptop que contém o seu trabalho de faculdade. Barry tenta correr atrás do ladrão, mas é atacado pelo mesmo, que é capturado logo em seguida pelo novo policial do departamento onde Barry trabalha, Eddie Thawne. Após o ladrão ser levado para a delegacia, Barry retorna para o seu apartamento. Logo que chega, o acelerador de partículas é ativado e abre um portal que libera vários raios em vários pontos da cidade, e um deles atinge Barry. Barry fica em coma por 9 meses, sendo transferido do hospital para a sede dos Laboratórios STAR em Central City, ficando sob os cuidados de Wells, que devido ao acidente ficou paralítico e de seus funcionários Caitlin Snow e Cisco Ramon. Durante o período de coma, Barry recebeu visitas de Iris e de Felicity Smoak, amiga de Oliver Queen que Barry conheceu em sua viagem a Starling City.

Barry desperta do coma e Wells lhe revela sobre o que aconteceu na noite do acidente. Após sair dos Laboratórios STAR, Barry visita Iris na cafeteria onde ela trabalha e depois vai para delegacia conversar com Joe. Seus novos poderes, que são velocidade sobre-humana, começam a se manifestar e com isso acontecendo, Barry retorna ao laboratório onde Wells inicia um teste para ver até qual velocidade Barry consegue, correr. Contudo, no momento do teste, Barry se lembra da noite em que sua mãe morreu e do homem de amarelo que viu dentro do vórtice e acaba tropeçando, caindo e quebrando o pulso. Mais tarde, após o seu pulso quebrado se regenerar em três horas, Barry vai visitar Iris novamente e descobre que ela está namorando com Eddie. Os dois, minutos mais tarde, caminham e conversam a respeito, com Iris pedindo para Barry não contar a Joe sobre o namoro. Enquanto conversam os dois quase são atropelados por um carro em alta velocidade, mas com sua super velocidade, Barry consegue salvar Iris e consegue ver que quem está dirigindo o carro é Clyde Mardon, um ladrão de bancos que supostamente havia morrido na noite do acidente envolvendo o acelerador de partículas. Barry o persegue e tenta enfrentá-lo, mas Clyde cria uma neblina ao redor deles, causando um acidente que mata um inocente. Após o ocorrido e Clyde fugir, Joe e Eddie chegam à cena do crime e Barry conta a Joe que Clyde está vivo e que tem a habilidade de controlar o tempo, mas Joe encara isso como sendo apenas uma maluquice do rapaz. Mais tarde, Barry retorna ao laboratório exigindo uma explicação de Wells para saber o que aconteceu na noite do acidente, Wells revela que o acelerador abriu uma fenda na realidade liberando energia teoricamente inexistentes e transformando humanos comuns em meta humanos. Barry pede a ajude de Wells e dos outros para deter Clyde, mas Wells nega, dizendo que Barry não é um herói, mas sim um jovem atingido por um raio. Frustrado com tudo que aconteceu, Barry vai até Starling City e conversa com Oliver Queen, contando a ele tudo o que aconteceu. Oliver diz a Barry que o raio não atingiu, mas sim que o escolheu, e que Barry poderia usar isso para se tornar um anjo da guarda para Central City, salvar pessoas em um flash, além de aconselhá-lo a usar uma máscara. Inspirado pelas palavras do amigo, Barry retorna a Central City e pede ajuda a Caitlyn e Cisco para deter Clyde. Os dois mostram a ele um uniforme de tecido resistente que seria usado pelos bombeiros, além de dar a Barry a localização de Clyde. Vestindo o uniforme, Barry chega na fazenda que pertence a Clyde e a seu falecido irmão, que acabou de atacar Joe e Eddie. Clyde cria um vórtex que está em direção à cidade e Barry tenta detê-lo, correndo no sentido oposto do tornado, mas não consegue. Wells o contata e diz que estava errado sobre Barry, e o motiva a prosseguir com o confronto. Barry corre novamente e consegue derrotar Clyde, que após o confronto aponta uma arma para Barry, mas antes que possa atirar, Clyde é morto por Joe. Após Barry contar tudo o que aconteceu, Joe passa a acreditar nele e a acreditar na inocência de Henry, e faz Barry prometer que não envolverá Iris nisso. Mais tarde, Barry visita seu pai na cadeia, dizendo que não vai desistir de tentar tirá-lo do lugar e que agora pode conseguir provas para achar quem matou sua mãe. Seguindo o conselho de Oliver, Barry se torna o Flash, o homem mais rápido do mundo.

Depois que se tornou o Flash, Barry passou por desafios que o fizeram amadurecer como herói, como enfrentar um inimigo à altura na forma do Capitão Frio, ter enfrentado o Tony Woodward, que se tornou o Viga, ter perdido seus poderes temporariamente após enfrentar o Blecaute e juntamente com o Arqueiro ter enfrentado o Ladrão de Arco-Íris e o Capitão Bumerangue. Contudo, o grande desafio de Barry veio quando o Homem de Amarelo que matou sua mãe retorna. Ele o persegue pelas ruas de Central City até irem parar em um estádio. Lá dentro, os dois se enfrentam, com o Homem de Amarelo apresentando não só vantagem na luta como também se mostrando muito mais rápido que o Barry. Enquanto Wells e Joe procuram uma forma de deter o Homem de Amarelo, Barry visita seu pai na prisão de Iron Heights e revela que encontrou o assassino de Nora. Henry então pede a Barry que não permita que o assassino tire mais do que já tirou deles e que Barry siga em frente. Motivado pelas palavras de seu pai, Barry revela a Iris o que realmente sente por ela. Mais tarde, Wells e a polícia de Central City conseguem emboscar o Homem de Amarelo, mas ele consegue escapar e surrar Wells quase até a morte e quase agride Joe. Barry, como Flash, intervém e os dois se enfrentam novamente, e assim como na primeira luta, o Homem de Amarelo apresenta maior habilidade e derrota Barry facilmente, e só não prossegue com a luta, pois Ronnie Raymond, o noivo de Caitlyn que supostamente havia morrido no dia do acidente envolvendo o acelerador de partículas, intervém na luta e salva Barry. Depois do ocorrido, Barry passa a treinar para se tornar tão ou mais rápido que o assassino de sua mãe.

Henry mais tarde descobriu que o Barry é o Flash, e se mostrou orgulhoso do trabalho que o filho vem realizando como herói, e Barry passou a se envolver romanticamente com Linda Park, colega de trabalho de Iris. Embora o relacionamento entre os dois esteja fluindo, Barry encontrou dificuldades para conseguir ficar perto dela, principalmente quando Ronnie, que é mais tarde revelado como sendo o Professor Martin Stein dentro do corpo de Ronnie, retorna. Após conseguirem convencer o Stein a ficar no STAR, Barry recebe uma ligação de Linda onde ela diz que quer terminar o namoro, pois descobriu que ele tinha sentimentos por Iris. Barry então vai falar com Iris, pois soube que foi ela quem contou para a Linda que ele tinha sentimentos por ela. Ele diz a ela que não quer que ela atrapalhe o namoro dele com Linda e que ele não tem mais sentimentos por ela. Logo depois, Barry procura Linda e eles reatam a relação.

Quanto Barry retorna ao STAR, descobre que Stein desapareceu. Wells chega à conclusão de Stein pretende se sacrificar já que a Matriz de Nuclear, a responsável por ter fundido ele e Ronnie, está se tornando estável e pode levar à uma explosão nuclear. Wells descobre uma forma de poder separá-los através do emissor de táquions, que ele havia roubado de Tina McGee (lembra dela?). Flash e Caitlyn vão até o local onde está Stein e dão a ele o emissor. Assim que ele coloca no peito uma explosão ocorre, no entanto, eles logo descobrem que o plano deu certo e que Ronnie e Martin agora estão separados.

Depois de levá-los para o STAR, Barry se encontra com o Joe, que o leva de volta à antiga casa dele. Lá ele revela que ele e Cisco descobriram que na noite em que Nora morreu havia outro velocista além do Homem de Amarelo (agora chamado de Flash Reverso), e esse velocista era o próprio Barry. Barry e Joe vão conversar com Wells a respeito da possibilidade de viagem no tempo e Wells explica que há duas teorias: ao voltar para o passado você se torna a causa do evento ou então você muda o passado e cria uma realidade alternativa. Logo depois, após a indicação de Cisco, Barry vai visitar Stein em sua casa, já que ele havia escrito 25 anos atrás um artigo científico sobre viagem temporal para Oxford. Stein explica a Barry que a viagem no tempo é possível, basta apenas conseguir achar uma brecha. Barry explica o seu interesse no assunto, pois soube que ele no futuro tentou voltar no tempo para salvar sua mãe. Stein se impressiona com o relato do rapaz e diz que isso é um efeito do super velocidade de Barry, permitindo a ele que em algum momento ele abra um buraco no continuum do espaço/tempo e consiga viajar ao passado. Mas Barry logo perde o entusiasmo pela ideia, ao perceber que mesmo que ele volte no tempo, ele não conseguirá salvar sua mãe.

Após o General Wade Eilling retornar, querendo a Matriz de Nuclear, Flash e Nuclear, dessa vez o próprio Ronnie com Stein em sua consciência, se unem para derrotar Eilling. Depois que o Nuclear parte de Central City para aprender mais sobre suas habilidade e para se esconder de Eilling, Barry revela a Joe que irá analisar as fotos coletadas por Cisco do confronto dele com o Flash Reverso na noite em que Nora morreu, como forma de saber aonde ele errou. Ele promete a Joe e a si mesmo que irá aprender a viajar no tempo e salvar sua mãe.

Semanas depois, Barry vai com Linda jogar boliche, onde acaba se encontrando com Iris e Eddie. Após jogarem algumas partidas, Barry, como o Flash, vai até o necrotério, pois recebeu um chamado de alerta de lá. Enquanto corre até o local, Barry vê o que parece ser ele mesmo. Ao chegar no necrotério, ele encontra o legista morto e descobre que ele foi morto por granizo. Logo, Barry e Joe descobrem que o autor do assassinato foi Mark Mardon, que sobreviveu à queda do avião e quer vingança pela morte de seu irmão, Clyde. Enquanto Cisco, trabalha em uma forma de deter Mark, Barry conta a Wells sobre ter visto a si próprio enquanto corria, e Wells diz que isso pode ser uma miragem de velocidade, uma imagem atrasada. Mais tarde, Barry e Joe são atacados por Mark, mas graças à velocidade de Barry, eles são salvos. Mas Mark volta a atacar Joe novamente e Barry, como o Flash, o salva utilizando o bastão de tempo inventado por Cisco, que impede Mark de utilizar seus poderes. Porém, mesmo tendo salvado Joe, o Capitão Singh acaba se ferindo no ataque. No hospital, Barry e Joe descobrem que Singh pode ficar paralítico. Joe se enfurece e decide ir atrás de Mark sozinho, pedindo para Barry cuidar da Iris. Procurando por ela, Barry primeiro vai ao local de trabalho da Iris, onde conhece Mason Bridge, que diz ter provas de que Wells matou Simon Stagg. Barry retorna para a casa de Joe onde encontra Iris e os dois conversam sobre Mason e sobre o relacionamente de Barry com Linda. Mais na tarde, na delegacia, ambos descobrem que Mark sequestrou Joe. Ele liga para Iris pedindo para ela aparecer na baía, e que se ela contar a polícia, Joe irá morrer. Barry acompanha Iris e logo os dois veem um tsunami se formar. Barry pede para Iris fugir de lá, mas ela se recusa e revela o amor que sente por ele e os dois se beijam (a cena mais emocionante da temporada). Após beijá-la, Barry liga para Caitlin para saber como impedir o tsunami, e ela diz que ele pode impedir se criar uma barreira de vento, porém nem ela sabe qual a velocidade que ele teria que atingir para poder fazer isso. Barry então revela a Iris que ele é o Flash e corre ao máximo para criar uma barreira de vento e impedir o tsunami de atingir Central City. De repente, um vórtex se abre e o Flash acaba voltando no tempo para o dia anterior, em que Mark retornou para Central City.

Devido a sua reação ao reviver os mesmo eventos, Wells logo descobre que Barry conseguiu voltar no tempo e pede para ele reviver tudo como da primeira vez, mas Barry ignora o pedido de Wells ao prender Mark antes que ele fizesse qualquer coisa, e assim alterando os eventos. Mais tarde, ao visitar Linda, ela termina o namoro com ele. Barry então declara seu amor novamente por Iris, mas ela não corresponde – visto que, com a mudança no tempo, Iris não percebera que também gosta de Barry. A ameaça de Mark é substituída pelo retorno do Capitão Frio, que sequestra Cisco e o obriga a revelar a identidade do Flash. Após impedi-lo de realizar um novo roubo, Barry faz um trato com Frio que consiste de ele não prendê-lo contanto que ele não ameace ninguém próximo a ele e nem mate mais ninguém. Mais tarde, ao conversar com Wells, Barry descobre que Mason Bridge desapareceu e começa a desconfiar de Wells, dizendo para Joe que as suspeitas que ele tinha a respeito de Wells podem estar certas. Eles decidem investigar, porém não há provas concretas que liguem Wells ao Flash Reverso.

Depois que o Trapaceiro (Mark Hammil, lembra dele?) consegue fugir da cadeia e ameaça os cidadãos de Central City durante uma festa de gala em homenagem à reeleição do prefeito, o Trapaceiro e seu filho, o segundo Trapaceiro, prendem uma bomba no pulso do Flash que irá explodir se ele não manter uma velocidade constante. O Flash corre e pede a ajuda de Cisco e de Caitlin. Wells intervém e diz para o Flash que ele pode se livrar da bomba se puder atravessar algum objeto sólido. Após Wells descrever detalhadamente como ele poderia fazer isso, o Flash se livra da bomba e consegue capturar os Trapaceiros, mas o fato de Wells ter descrito tão precisamente como ele poderia usar essa nova habilidade, fez com que ele confirmasse suas suspeitas não só de que Wells pode estar ligado ao assassinato de sua mãe como também ele pode ser o próprio assassino. Sendo que Iris começa a procurar pelo colega desaparecido, Mason Bridge, Joe e Barry decidem revelar a Eddie que ele é o Flash, a fim de ele poder ajudá-los a proteger Iris.

Após Joe e Cisco retornarem de Starling City, pois haviam ido lá para descobrir mais sobre o acidente em que a esposa de Wells, Tess Morgan havia morrido, Barry e o restante do grupo descobrem que de alguma forma o verdadeiro Harrison Wells morreu e a pessoa com quem eles tem interagido é um impostor. Barry, Cisco e Caitlin procuram por algo no STAR Labs que indique que o falso Wells esteja escondendo algo, até que eles conseguem achar um esconderijo secreto. Ao entrarem, eles não só encontram o traje do Flash Reverso, como também encontram um jornal, datado de 25 de abril de 2024, que revela que o Flash desapareceu em uma crise. Barry lê o jornal e se comunica com Gideon, uma Inteligência Artificial criada por ele e descobre que no futuro ele será o Chefe da Divisão de Perícia e casado com Iris, bem como descobre que a noite em que o Flash desapareceu foi na noite em que ocorreu uma batalha entre ele e o Flash Reverso. Questionando Gideon sobre o objetivo de Wells, ela revela que o objetivo dele era matá-lo, mas como não conseguiu, matou Nora e criou o Flash. No ano de 2024, o Flash enfrentou o Flash Reverso nas ruas de Central City e os dois desapareceram em um vórtice de luz. Esse vórtice os trouxe para o ano de 2000, onde o Flash Reverso invadiu a casa da família de Barry com o objetivo de matar o jovem Barry. Os dois se enfrentaram na sala de estar, com Nora no meio deles e com o jovem Barry acompanhando tudo. Flash consegue salvar sua versão jovem, mas Flash Reverso mata Nora.

Barry conta a Joe sobre o ocorrido e Cisco menciona sobre os sonhos que ele teve de ter descoberto que Wells era o Flash Reverso e era morto por ele em seguida. Barry deduz que esses sonhos podem ser memórias da antiga linha temporal, a qual Barry alterou por ter impedido Mark Mardon mais cedo. Com o auxílio de um dispositivo que auxilia ao indivíduo a entrar e explorar seu sonho, Cisco se lembra do que houve, com Wells revelando ser Eobard Thawne, um homem que veio do futuro e que estava na casa de Barry naquela noite para matá-lo, mas acidentalmente matou a mãe dele.

Tom Cavanagh é o grande vilão da primeira temporada: Harrison Wells/ Flash Reverso

Tom Cavanagh é o grande vilão da primeira temporada: Harrison Wells/ Flash Reverso

Eles decidem armar um plano para conseguir prender Wells e arrancar a confissão dele, assim podendo inocentar o pai de Barry. Quando Cisco o confronta, como parte do plano, Wells não confessa e tenta atacar Cisco. Joe intervém atirando em Eobard que cai morto no chão, mas logo eles descobrem que quem morreu foi Hannibal Bates, um meta-humano capaz de se transformar em outras pessoas que eles haviam prendido recentemente. Wells se comunica com eles revelando que sabia que eles o haviam o descoberto o tempo todo. Barry o chama para um confronto, mas Wells se recusa, dizendo que eles irão se enfrentar logo. Cisco consegue rastrear Wells e descobre que ele está no esconderijo dele. Barry vai até lá, mas Eobard já foi embora. Ele logo descobre que Wells os esteve vigiando o tempo, tendo colocado câmeras em todos os lugares da cidade, incluindo no local de trabalho de Iris. Barry deduz que Iris é o próximo alvo de Eobard e vai atrás dela. Quando ele a encontra, Wells sequestra Eddie. Flash acalma Iris, promentendo que irá encontrar Eddie. Quando ele solta a mão dela, uma pequena faísca é liberada da mão dele. Tendo visto isto quando ele esteve em coma após ser atingido pelo raio, Iris descobre que Barry é o Flash. (tá não foi tão legal como na primeira vez que Barry revelou a identidade secreta, teve beijinho e pá, mas valeu a tentativa).

Barry passa a procurar por Eddie, mas não encontra nenhum sinal dele nem de Wells. Enquanto isso, Iris o confronta por ele ter escondido a verdade dela e um novo assaltante surge. Após deter esse assaltante, eles descobrem que ele é o General Eilling, e também descobrem que ele está sendo controlado mentalmente pelo gorila Grodd, resultado de experiências feitas por Eilling e Wells. Barry, Joe e Cisco vão até o esgoto procurar por Grodd, na esperança de poder encontrar Wells e Eddie, mas Grodd derrota Barry usando seus poderes e sequestra Joe. Mais tarde, usando um capacete especial para se proteger dos ataques psíquicos de Grodd, Flash consegue enfrentá-lo e resgata Joe, que deduziu que Grodd foi usado apenas como distração. A busca por Eddie continua sem sucesso, o que deixa Iris preocupada, mas Barry promete a ela que arranjará uma forma de encontrá-lo. Cisco mostra a Barry que descobriu que Wells tinha na cadeira de rodas um dispositivo que o fazia acumular energia, sendo essa a razão de ele ser mais rápido que Barry. A presença de Wells é logo notada quando ele reativa o acelerador de partículas.

Após tentar capturá-lo e após Eddie ser encontrado, Barry, tendo como objetivo levar os meta-humanos para Lian Yu, a prisão da ARGUS vista em Arrow, tenta procurar ajuda para tirar os meta-humanos que foram capturados e movê-los para a ilha, pois se eles estiverem dentro do acelerador de partículas eles morrerão. Não tendo conseguido contatar nem Oliver, nem Ronnie ou Martin, Barry decide recorrer a Leonard Snart, o Capitão Frio, que aceita ajudar Barry na condição de que ele limpe todos os registros de crimes cometidos por Leonard. Barry o faz e Leonard o auxilia a remover os meta-humanos, porém ele os liberta e, após derrotarem o Flash, fogem.

Mais tarde, Wells retorna ao STAR Labs, e Barry parte para um novo confronto, mas dessa vez com a ajuda do Arqueiro Verde e do Nuclear, que chegaram bem no momento do início da luta. Com a ajuda deles, Barry consegue derrotar Wells. Após isso, ele conversa com ele, perguntando qual a razão de ele ter matado Nora. Wells responde dizendo que é porque ele odeia o Flash do futuro, que ambos são grandes inimigos, mas que nenhum teve a força para destruir o outro, até que Eobard descobriu a identidade do Flash e resolveu voltar no tempo para matar o Barry jovem. No entanto, o Flash do futuro o seguiu e eles se enfrentaram. Durante a luta, o Flash do futuro conseguiu salvar o jovem Barry. Tendo fracassado, Eobard percebeu que já que não poderia matar o seu rival, então poderia causar um trauma, sendo assim ele matou Nora. Porém por ter voltado ao passado, ele acabou cortando o laço com a Força de Aceleração, ficando preso no passado, sendo sua única alternativa de voltar ao futuro criar o Flash (e por isso ele o ajudara esse tempo todo).

Wells propõe a Barry que o permita voltar para o tempo dele, enquanto que Barry possa retornar para a noite em que Nora foi morta e impedir Eobard de matá-la. Barry fica pensativo sobre a proposta e, após comunicá-la a Martin Stein, Martin diz que a realidade em que eles vivem já é uma realidade alternativa devido às ações cometidas pelo Flash Reverso, e se Barry impedir a morte de Nora, todo o futuro será alterado e não há como saber se esse futuro será bom ou ruim. Joe diz que Barry deve voltar no tempo, mas Henry, o pai de Barry, discorda. Iris diz a Barry que ele deve tentar fazer isso, e então ele procura Wells para saber como seria possível. Wells explica que Barry deverá correr rápido enquanto que o Acelerador de Partículas é reativado, e assim que ele se chocar com a partícula lançada pelo Acelerador, um buraco de minhoca será aberto, permitindo-o voltar para a noite da morte de Nora enquanto que Eobard possa voltar para o tempo dele. Contudo, se Barry não atingir a velocidade certa, ele morrerá. Detalhe: Barry só teria 1 minuto e 52 segundos (52 é o número favorito da DC) para voltar ao passado, impedir a morte de Nora e voltar ao presente. Após conversar com os seus amigos, que descobrem que se Barry não voltar a tempo o buraco de minhoca criará um buraco negro, ele decide fazer o processo. Enquanto corre dentro do Acelerador de Partículas, Barry se conecta com a Força de Aceleração e consegue ver o seu passado e acontecimentos futuros, como Caitlin se tornando a Nevasca, o Museu do Flash e ele acompanhado da Liga da Justiça, bem como os heróis de Legends of Tomorrow (futura série da DC que se passa no mesmo universo de Arrow e Flash). Ao se chocar com a partícula, o buraco de minhoca é aberto e Barry vai para a noite em que sua mãe foi morta. Ele observa a luta entre o ele do futuro e o Flash Reverso do passado, já que o plano é impedir o assassinato de Nora após o Flash do futuro salvar o jovem Barry. O Flash aguarda, até que sua versão futura (que está usando um uniforme com cores mais vivas) o vê, e dá sinal para que ele não interfira. O Flash do futuro salva o jovem Barry e o Flash Reverso ataca Nora com uma faca. Flash caminha até ela, e depois retira a sua máscara, revelando ser o Barry, e diz a ela que ele e Henry ficarão bem. Ele permanece ao lado dela até que ela morre diante dele (Suor masculino escorreu pelos meus olhos ao ver essa cena). 

Flash retorna para o presente e impede Wells de voltar para o tempo dele, quebrando sua cápsula do tempo. Os dois se enfrentam e Wells se mostra vantajoso, chegando perto de matar Barry, mas só não o faz porque Eddie (sendo antepassado de Eobard) se suicida. Wells reverte para a sua aparência de Eobard e é apagado da existência (para entender melhor leia meu artigo anterior – De Volta Para o Futuro, ou veja os filmes), enquanto que Eddie morre nos braços de Iris. Com a morte de Eddie o fluxo temporal entra em colapso, criando um buraco negro que começa a se expandir cada vez mais e pode sugar todo o universo. Flash entra no buraco negro na esperança de conseguir fechá-lo. O episódio final da temporada acaba aí, nos deixando com aquela expectativa de “quero mais”… Não sei o que acontece a partir daí. A Segunda Temporada está em exibição na TV, mas eu ainda não assisti. Assim que ela estiver completa postarei aqui no Blog para apreciação. Se você não assistiu, assista! Flash é uma das melhores séries de herói em exibição no momento.

Diferenças entre o Barry Allen do Universo Televisivo da DC Comics e o Barry Allen dos quadrinhos

  • Nos quadrinhos Barry é loiro, mas na série tem cabelo castanho.
  • Nos quadrinhos, ao menos na versão dos Novos 52, o personagem tem entre 25 e 30 anos. Na série, Barry tem 25 anos de idade.
  • Apesar de a forma como o personagem obteve os poderes ser muito fiel ao material fonte, nos quadrinhos não foi o acelerador de partículas que fez Barry se tornar o Flash, mas sim um raio que o atingiu e o lançou contra frascos de produtos químicos (nessa parte a série de 1990 foi mais fiel).
  • Após a morte de sua mãe, Barry não foi criado por Joe West, como mostrado na série, mas sim pelo Capitão Frye, que, ao menos na versão dos Novos 52, era amigo de Nora, e também seu amante.
  • Barry só conheceria Iris quando adulto. Nos quadrinhos eles conhecem quando Iris entrevista Barry acerca de um assassinato que ele estava investigando. Nos Novos 52, eles se conheceram em Gotham, durante o evento conhecido como Ano Zero, o qual marcou o surgimento do Batman na cidade.
  • Na série, Barry namorou Linda Park, mas nos quadrinhos, pelo menos antes dos Novos 52, ela namorou e se casou com Wally West, sobrinho de Iris nos quadrinhos e sucessor de Barry como Flash.
  • Barry utiliza barras energéticas para não se esgotar enquanto utiliza seus poderes. Nos quadrinhos, era Wally quem utilizava essas barras energéticas.
  • O uniforme na série possui pequenas semelhanças com o uniforme dos Novos 52, porém é diferente tanto da versão Novos 52, quanto da versão clássica. Na versão clássica, o uniforme é vermelho escarlate e feito de um tecido flexível e resistente a atrito, nos Novos 52, a cor é a mesma, mas o uniforme é uma armadura com alguns detalhes desenhados em forma de raios, porém, a partir da edição 41 de The Flash (de junho de 2015), o herói passa a usar um uniforme mais semelhante ao usado por Grant Gustin na série. Na série, o uniforme é de um tecido resistente a atrito, se assemelhando a um tecido de couro, e também possuem alguns detalhes desenhados em forma de raios, contudo a cor é vermelho vinho. Apesar dessa mudança, já foi explicado pelos produtores que o uniforme na série é apenas um protótipo e que, aos poucos, Barry terá um uniforme mais semelhante ao dos quadrinhos.
  • Nos quadrinhos, principalmente na versão dos Novos 52, quando não está sendo o Flash, Barry costuma passar a maior parte do tempo no trabalho ou em casa. Na série, ele costuma sair com os amigos.
  • Nos quadrinhos, Barry possui um relacionamento conturbado com o seu pai, enquanto que na série a relação deles é boa.
  • Barry e Oliver são grandes amigos na série, Barry deu uma máscara para Oliver, a qual o personagem passou a usar como parte de seu uniforme de Arqueiro (como visto no episódio 2.09 de Arrow, “The Three Ghosts”), e Oliver aconselhou Barry quando este não sabia o que fazer com todo duvidando dele (como visto no episódio 1.01, Pilot). Nos quadrinhos, por outro lado, os dois se detestavam, chegando a diversas vezes brigarem, geralmente por terem pontos de vistas políticos opostos ou por terem modos diferentes de agir, e a única coisa que tinham em comum, além do fato de serem herói e membros da Liga da Justiça, era o fato de terem Hal Jordan como melhor amigo. Na série, os dois chegaram a discutir por um não concordar com o modo de agir do outro, como visto no episódio 1.08 “Flash vs Arrow” de The Flash e no episódio 3.08 “The Brave and the Bold” de Arrow.
  • Nos quadrinhos, Iris descobriu que Barry era o Flash depois de casada com ele, e isso ocorreu duas vezes. Na primeira foi durante a lua de mel deles, onde enquanto Barry estava sonhando, ele disse em voz alta que era o Flash. A outra ocasião foi nos Novos 52, em The Flash Annual #3, em um futuro alternativo, Iris e Wally sofreram um acidente de carro que causa a morte de Wally e deixa Iris paraplégica. Quinze anos após o acidente, Barry revela a ela que é o Flash. Já na série, Iris descobre duas vezes também. A primeira foi no episódio 1.15 “Out of Time”, onde após Mark Mardon lançar um tsunami em direção de Central City, Barry e Iris declaram o amor que sentem um pelo outro e Barry revela que é o Flash. A outra ocasião é no episódio 1.20 “The Trap”, onde Iris ao tocar o Flash sente um choque, e isso havia ocorrido quando ela havia tocado a mão de Barry enquanto ele estava em coma.

Já estava para terminar a postagem quando me lembrei que brevemente vamos ter um filme do Flash nos cinemas, que se interligará com o Universo Cinematográfico da DC (iniciado com Homem de Aço). Infelizmente não terá ligação com a série e o Flash será interpretado pelo ator Ezra Miller. Há rumores de que Ezra fará uma ponta como Flash já em Batman vs Superman, que estreará em março do ano que vem. Mas só nos resta aguardar pra ver…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s