Super-Homem no cinema

Christopher Reeve Sem dúvida nenhuma o primeiro “Super-Acerto” em relação aos filmes de super-heróis, foi o filme do Super-Homem, de 1978. O que veio antes eram apenas seriados de cinema e da televisão. E já fazia 20 anos que George Reeves havia falecido, causando a descontinuação da série de TV.  Bem, o resultado, você já sabe: Super-Homem (ou “Superman“, como queiram chamá-lo, mas prefiro em português) – O Filme – foi um sucesso imediato de bilheteria e de crítica, que lhe rendeu um Oscar de melhores efeitos visuais, bem como uma gama de outros prêmios; e mais quatro continuações (embora a última deva ser vista como uma continuação alternativa).  Vou falar dos filmes um a um. Espero que tenham paciência, pois o post é longo:

Super-Homem (Superman, 1978) – O filme começa mostrando a destruição do planeta Krypton. Proibido de abandonar o planeta moribundo, Jor-El, (Marlon Brando)o pai do bebê Kal-El, envia seu filho a um mundo distante chamado Terra, no qual ele poderá sobreviver ao fim de sua raça e onde terá superpoderes. O início do filme também mostra a condenação do General Zod (Terence Stamp) e de seus asseclas, fato que determinará o segundo filme da série.

Menção honrosa para Marlon Brando, que viveu o pai biológico do Homem de Aço.

Menção honrosa para Marlon Brando, que viveu o pai biológico do Homem de Aço.

Chegando à Terra, Kal-El é adotado por Jonathan Kent e sua esposa, Martha Kent, que o criam sem revelar seus superpoderes. Ao completar a maioridade, o agora chamado Clark Kent perde seu pai, vítima de um infarto e decide partir em busca de sua origem. Guiado por cristais luminosos que encontrou na nave que o trouxe para a Terra, ele chega ao Ártico, onde um dos cristais é lançado no gelo e constrói a Fortaleza da Solidão.

Na fortaleza, Clark encontra um holograma com a memória e a personalidade de seu pai biológico, gerado por um computador. Ao lado desse simulacro, ele descobre sua origem e sua natureza. Após anos de preparação, ele está pronto para retornar à civilização e ajudar a Humanidade.

Estabelecendo-se na cidade de Metrópolis, ele se emprega como jornalista no Planeta Diário e conhece aquela que será sua eterna paixão: Lois Lane (Margot Kidder). Conhece também outros personagens clássicos dos quadrinhos como Jimmy Olsen e Lex Luthor, este após já ter se apresentado ao mundo uniformizado e ser conhecido como o Super-Homem.

Margot Kidder - eterna Lois Lane

Margot Kidder – eterna Lois Lane

Gene Hackman dá um show à parte como o vilão Lex Luthor

Gene Hackman dá um show à parte como o vilão Lex Luthor

Nesse ponto, o filme se aproxima do clímax quando Luthor revela ao Super-Homem que lançará mísseis nucleares para separar o Estado da Califórnia do resto dos Estados Unidos. Lançando-se como um bólido, Super-Homem consegue desviar um dos mísseis para o espaço, mas o outro atinge o solo e causa grande destruição. Em uma série de atitudes heróicas, e mostrando seus incríveis poderes, Super-Homem consegue salvar muitas vidas e conter os danos da explosão, mas não consegue salvar Lois da morte, soterrada em seu carro (morrendo por asfixia).

Inconformado, Super-Homem ignora o aviso de seu pai sobre não interferir na história humana e voa ao redor da Terra à supervelocidade, o que força o planeta a girar em sentido inverso e faz o tempo voltar até antes do soterramento do carro de Lois, que está salva (na época o Super podia fazer esse tipo de coisa). Finalmente, Super-Homem entrega Luthor e seus comparsas às autoridades e o filme se encerra com uma bela imagem do Homem de Aço voando em órbita da Terra ao som da maravilhosa música de John Williams e com o segundo filme já anunciado.

 – Super-Homem II – A aventura continua (Superman II, 1980), dá continuidade à história da primeira trama, sendo o único filme a ser filmado por dois diretores (Richard Donner, diretor do primeiro longa, saiu após ter filmado quase 75% do filme, dando lugar a Richard Lester. Em 2006 foi lançada uma “versão alternativa” de Super-Homem II, com todas as cenas dirigidas por Donner que não foram ao ar em 1980). A primeira cena nada mais é do que o começo do filme anterior, antes do planeta Krypton explodir, quando três perigosos criminosos de Krypton são capturados e condenados ao exílio na Zona Fantasma. São eles: o cruel General Zod (Terence Stamp), o líder, a fria Ursa e o resistente Non.  Condenados e presos, Zod jura se vingar de Jor-El e de todos seus descendentes. No presente,Clark Kent continua trabalhando como repórter no Planeta Diário, com a decidida Lois Lane, e seu chefe e editor Perry White, dividindo sua vida entre o atrapalhado e tímido Clark e o heroíco e corajoso Super-Homem. A história desenrola-se, quando Clark, em mais um dia de trabalho descobre que terroristas invadiram a Torre Eifel, em Paris, e fazem dezenas de pessoas de reféns, ameaçando explodir uma bomba de Hidrogênio, e levar a capital da França pelos ares. Lois, decidida a fazer uma espetacular matéria exclusiva digna de um Prêmio Pulitzer, viaja à Paris, e acaba, entrando, escondida no elevador do ponto turístico. Sabendo disso, Clark se transforma em Super-Homem e voa até a Europa. Habilmente, o Homem de Aço salva Lois, e toda Paris, quando leva a bomba (presa no Elevador) até o Espaço, atirando-a para o nada. Porém, o que ele não sabe, é que, quando o artefato explode, uma poderosa onda Supersônica, acaba libertando General Zod e seus aliados, que vagavam na zona fantasma. Sob o Sol amarelo do nosso planeta, o trio adquire os mesmos poderes que Super-Homem. Para piorar, Lex Luthor, odioso inimigo do Homem de Aço, consegue, fugir da prisão decidido a destruir o Super-Homem. Descobrindo a Fortaleza da Solidão – uma espécie de casa kryptoniana de Clark aqui na Terra -, Luthor descobre segredos guardados há sete chaves, destinados apenas à Kal-El.
Terence Stamp vive o General Zod.

Terence Stamp vive o General Zod.

Enquanto isso, descobrindo os poderes que têm, Zod, Ursa e Non decidem invadir a Terra e conquistá-la, quando percebem que os seres humanos são “frágeis”. O trio começa a espalhar caos e destruição por onde passam. Sem desconfiar de nada, Clark continua agindo normalmente com Lois – Porém, a corajosa repórter está começando a desconfiar do colega, que sempre desaparece assim que o Homem de Aço surge, e volta, logo em seguida, quando o super herói vai embora. Numa viagem às Cataratas do Niagara, Clark acaba revelando que é o Super-Homem, e diz, que por amor a ela, abriria mão de seus poderes, vivendo como uma pessoa normal. Lois, também apaixonada, voa com Clark até a Fortaleza da Solidão, e lá, ele retira seus poderes completamente, tornando-se como qualquer pessoa. O problema é que, à caminho de Metropolis, Clark e Lois descobrem as ações de Zod, Ursa e Non. Confuso, Clark pede à amada que volte, e, em seguida, parte para o Ártico, onde está a Fortaleza, com o objetivo, de, mesmo contra sua vontade, adquirir novamente seus poderes. A situação se complica quando, sabendo disso, Luthor convence Zod e os outros à se juntarem para destruir o Homem de Aço. Sabendo que ele é filho de seu maior inimigo, Zod jura acabar com o Super-Homem e conquistar a Terra. Chegando em Metropolis, Zod, Ursa e Non, sob comando de Luthor, invadem o Planeta Diário, a procura de Kal-El. Enquanto isso, chegando com grande sacrifício à Fortaleza, Clark recupera seus poderes, e parte à toda para Metropolis. Assim que chega, encontra a cidade em caos – Já perdendo seu controle sob os kryptonianos, Luthor dá “Graças à Deus” ao ver seu inimigo desafiando seu (antigos) aliados. Em uma luta destruindora, Super-Homem acaba atraindo Zod, Non e Ursa até a Fortaleza, com Lois e Luthor. E lá, depois de armar uma arapuca para Zod e seu bando, e usando a falsidade de Luthor como estratégia, faz com que os inimigos de seu pai percam totalmente seus poderes, pelo mesmo modo que Clark perdeu os seus. Fingindo estar sem poderes uma vez que entrara na antecamara de exposição ao Sol Vermelho (que originalmente lhe drenara sua superforça) Clark na realidade se protegia contra a radiação do sol vermelho kryptoniano criado artificialmente e quando Zod pede para que Kal-El se ajoelhe em sua reverencia, eis a surpresa: Super-Homem mostra sua descomunal força derrotando Zod, Ursa e Non. Então Luthor deduz que o Super-homem estava na antecamara se protegendo da radiação enquanto os criminosos kripytonianos estavam perdendo suas forças. Em seguida, corta para uma cena já no Planeta Diário aonde Clark e Lois discutem a sua especial relação dizendo que sentia ciumes do mundo por dividir Clark/Super-Homem com o resto do mundo, Clark a beija e Lois, afetada pelo beijo, aparentemente se esquece que ele é o Super-Homem.  Numa lanchonete aonde antes Clark e Lois acabam vendo as noticias da chegada de Zod, Non e Ursa, e onde um caminhoneiro valentão batera em Clark, que estava sem superpoderes; O tal valentão desafia Clark  para uma nova briga e desta vez  Clark vai à forra, pois recuperara a sua superforça dando a surra merecida no caminhoneiro.

Daqui pra frente vêm os fracassos, se você não quiser ver essa parte, pule direto para o quinto filme!
Super-Homem III (Superman III, 1983). Nesse filme Luthor não aparece, e Lois é vista somente durante cinco minutos de atuação. Aqui o Super enfrenta um gênio da informática que planeja dominar o mundo e é exposto a uma kryptonita adulterada, que o transforma num ser completamente arrogante e egoísta.
Richard Pryor é o desastrado, porém inteligente Gus Gorman.

Richard Pryor é o desastrado, porém inteligente Gus Gorman.

 A primeira vez que eu vi esse filme, eu pensei: não pode ser o Super-Homem, pois o verdadeiro protagonista aqui é August Gorman (Richard Pryor). Um cara desastrado, que não gosta muito de trabalhar, porém muito inteligente no que diz respeito à computadores e tal. (O cara conseguira superfaturar o próprio salário só hackeando o sistema da firma que trabalhava, porém, como discrição não era o forte dele, comprou um carrão no dia seguinte ao pagamento, chamando a atenção do dono da empresa que trabalhava: Ross Webster – qualquer semelhança entre Webster e Lex Luthor NÃO é mera coincidência) . Acontece que o tal Webster planeja dominar o mundo através dos computadores, e pra isso ele pede a ajuda de Gorman para criar uma supermáquina. Para tirar o Super-Homem do caminho, Webster pede a Gorman para criar uma kryptonita artificial, porém, ao expor o Super-Homem à essa kryptonita, em vez de retirar seus poderes, fez com que o kryptoniano se tornasse mau. Egoísta e arrogante, melhor dizendo.

A cena mais conhecida de "Super-Homem III"

A cena mais conhecida de “Super-Homem III”

Como Lois aparece só por alguns minutos no filme, resolveram investir como par romântico de Clark em sua ex-namorada, Lana Lang (aqui interpretada por Annette O’ Toole, a Martha Kent da série Smallville). No filme, Clark é chamado em sua cidade natal para uma reunião com os antigos amigos do colégio. Lana passara por um casamento fracassado e tem um filho desse casamento, mas o pai do menino é um completo ignorante. Logo o garoto passa a  admirar o Super-Homem, sem saber que ele está ali perto o tempo todo.

Annette O'Toole como Lana Lang

Annette O’Toole como Lana Lang

Bom, o Super-Homem consegue se livrar de seu lado mau (uma luta épica contra ele mesmo num ferro velho), vence os vilões e fica sendo só amigo de Lana mesmo. Afinal os dois namoraram quando adolescentes e a relação não deu lá muito certo. Digamos que Clark sempre tinha alguma urgência quando as coisas ficavam… interessantes. O tal Webster não agradou ninguém como vilão (tanto que Lex volta no quarto filme) e a especialidade de Richard Pryor era fazer comédia, não um filme de super-herói. Se você quiser perder duas horas da sua vida, vai em frente e assista esse, mas é por sua conta e risco.

Super-Homem IV: Em busca da paz (Superman IV: The Quest for Peace, 1987) é o último filme em que Christopher Reeve interpretou o Super-Homem. Também é um filme fraco, não tem aquela emoção toda vista nas duas primeiras produções. A história é a seguinte: O Planeta Diário, jornal onde trabalha Clark Kent, é comprado por David Warfield. Perry White é despedido e a filha de Warfield, Lacy, assume como editora-chefe. Após receber uma carta de um garoto que queria ver acabada a possibilidade de guerra nuclear,o  Super-Homem decide destruir todas as armas nucleares do mundo, jogando-as ao sol. (Bem final de Guerra Fria mesmo). Nesse interím, Lenny Luthor liberta seu tio Lex Luthor da prisão. A dupla rouba um fio de cabelo que o Super-Homem havia doado a um museu. Lex Luthor usa o DNA contido no cabelo para criar um dispositivo e o esconde numa arma nuclear. Quando o Super-Homem joga esta bomba no sol, a energia da estrela cria um ser com poderes de nível kryptoniano, o Homem-Nuclear. Como a fonte dos poderes do tal “Homem-Nuclear” é o Sol, e a falta deste faz com que ele adormeça ou algo parecido, depois de apanhar que nem um condenado, o Super-Homem decide provocar um eclipse solar, alinhando a lua entre a Terra e Metrópolis, neutralizando assim a criatura de Luthor por tempo suficiente para jogá-lo para fora da órbita terrestre. No final do filme Lex volta para a cadeia e tudo resolvido.

Se você seguiu minha recomendação de pular uma parte da postagem, pode voltar a ler a partir daqui:

-Super-Homem – O Retorno (Superman Returns, 2006) Em 2006, o diretor Bryan Singer (que fez fama com os X-Men) resolveu fazer uma continuação alternativa para os dois primeiros longas, limando o terceiro e o quarto filmes da cronologia. Entretanto, ressucitar uma franquia de filmes quase vinte anos depois não deu o resultado esperado, e o que era para ser um blockbuster, tornou-se apenas “mais um” filme do Homem de Aço. O ator escolhido para interpretar o kryptoniano dessa vez é Brandon Routh, fã do Super desde criancinha e que, inclusive tentara conquistar a vaga de Tom Welling em Smallville.

Brandon Routh

Brandon Routh

A história toda é a seguinte: após os eventos de Super-Homem II – A Aventura Continua, Super-Homem permaneceu desaparecido durante cinco anos. Na verdade, ele fora atrás dos restos de seu planeta natal, após astrônomos revelarem que ainda havia vida nos tais restos. Após esse tempo, o Super retorna à terra, no velho rancho de Martha Kent. No dia seguinte, ele vai ao Planeta Diário como seu alter ego, Clark, e retoma seu velho emprego de repórter. Só que muita coisa mudou nesses cinco anos de ausência. Lois Lane tem agora um filho e ganhara um prêmio ao escrever um artigo intitulado “porque o mundo não precisa do Super-Homem”.

Não é o Dr. Evil. É Kevin Spacey como Luthor.

Parece o Dr. Evil mas não é! Kevin Spacey como Lex Luthor.

Durante a ausência de Superman, Lex Luthor (Kevin Spacey) foi solto – muito em parte devido a ausência de Superman, que não foi testemunhar durante o julgamento. Uma vez livre, Lex consegue com uma rica senhora (Noel Neill) se case com ele, e, quando ela falece, ele herda toda sua fortuna. Lex então viaja à Fortaleza da Solidão, no Ártico, e rouba os cristais kryptonianos que lá se encontravam. De volta à Metropólis, um experimento com um pequeno fragmento do cristal demonstra a periculosidade do material, que cresce até tornar-se imensa, após entrar em contato com água. O cristal causa um blecaute, e interfere com o andamento do vôo de teste de um ônibus espacialligado a um Boeing 777. Dentro do avião está Lois Lane, que estava lá cobrindo o acontecimento. Numa longa sequência, Super-Homem consegue impedir o avião de se acidentar, e realiza um “pouso forçado” num campo de basebol.

Enquanto todo o mundo deleita-se com o retorno do Super-Homem, Lois está mais preocupada com a origem do blecaute. Clark conhece Richard White – noivo de Lois e sobrinho do editor-chefe do Planeta Diário, Perry White – e o filho dele com Lois, Jason. Super-Homem acaba escutando uma conversa entre Richard e Lois, em que ela diz nunca ter amado Super-Homem de verdade, o que o deixa muito magoado. Absorto em seu trabalho, ele impede um assalto à banco e salva Kitty, sem saber que ela está aliada à Lex. Distraído por Kitty, ele não nota a invasão de Lex a um museu, e o subsequente roubo da Kryptonita lá guardada. Perry manda Lois entrevistar o Super-Homem, enquanto Clark vai investigar o blecaute. À noite, Lois vai ao terraço Planeta Diário para fumar um cigarro, e é surpreendida pelo Super-Homem, que a leva para um vôo, durante o qual ele pede desculpas por tê-la abandonado.

Após entrevistar Super-Homem, Lois e Perry discutem sobre a culpa que ela sentia por ter ganho um Pulitzer por um texto tão controverso. Enquanto isso, Kitty não admite ter sido usada por Lex como isca durante o assalto ao museu, aonde ele verdadeiramente quebrou os freios do carro que ela dirigia – após haver promovido que eles iriam apenas fingir que isso estava acontecendo. Lois volta à se dedicar ao mistério do blecaute, querendo determinar a sua origem. Lois e Jason entram sorrateiramente no barco de Luthor, sem saber que a ele pertencia, e são capturados. Luthor então revela seu plano: usar os cristais Kryptonianos para criar uma nova e enorme massa de terra, ainda que no processo isso vá destruir continentes já existentes e matar bilhões de pessoas. Luthor então questiona Lois sobre quem é verdadeiramente o pai de Jason, após notar o temor dela ao fato dele aproximar a Kryptonita de Jason. Luthor coloca os cristais dentro de um compartimento feito de kriptonita verde e os lança no mar, causando uma reação em cadeia que dá início ao crescimento de uma vasta porção de terra. Lois aproveita um momento de distração do capanga que estava vigiando ela e Jason para enviar um fax com suas coordenadas ao Planeta Diário, e é atacado logo em seguida por ele. Jason, numa aparente demonstração de super-força, arremessa o piano nele. (Sim, Jason é filho de Lois e Super-Homem. Fruto da relação que eles tiveram na Fortaleza da Solidão em Super-Homem II). Os outros capangas então aprisionam Jason e Lois na cozinha do navio. Luthor é notificado do incidente, e foge num helicoptero. O crescimento da massa de terra começa a causar estragos em Metropólis, e Super-Homem sai ao resgate. Enquanto isso, Richard parte num aeroplano para resgatar Lois e Jason do navio, que acaba partindo ao meio e começa a afundar com os três presos dentro dele. Super-Homem consegue resgatá-los, e então parte atrás de Luthor, que encontra-se na massa de terra criada pelos cristais.

Ao encontrar Luthor, o Super-Homem descobre que a massa de terra é composta também de kyptonita, o que o enfraquece a ponto de Luthor e seus capangas poderem espancá-lo e torturá-lo. Luthor usa um fragmento de kryptonita para esfaquear Superman que, enfraquecido, cai no oceano. Lois faz com que Richard retorne para resgatar Superman, e ela remove o pedaço de kriptonita em suas costas. Superman recupera a consciência, aproxima-se mais do sol para reunir mais energia, e esforça-se ao máximo para erguer a massa de terra. Luthor e Kitty escapam no helicoptero, mas não antes de Kitty jogar fora os cristais kryptonianos obtidos por Lex. Pouco depois, ela e Lex encontram-se presos numa ilha deserta.

Super-Homem arremessa a massa de terra no espaço, mas, enfraquecido devido à forte presença de Kryptonita, cai em Metropólis. Um equipe de resgate rapidamente o leva ao hospital, mas o médicos não conseguem penetrar em seu corpo nenhum equipamento médico, mas ao menos conseguem remover os últimos pedaços de Kryptonita ainda presentes no ferimento causado por Lex. Super-Homem permanece em coma, e no hospital recebe a visita de Lois e Jason. Lois aproxima-se do Super-Homem e, tomando cuidado para Jason não escutar, sussurra um segredo no ouvido dele. Pouco depois, ele acorda, e desaparece do hospital. Supe_Homem então voa de encontro à Jason, que encontra-se dormindo, e recita-lhe o mesmo discurso proferido por seu pai, Jor-El, quando ele foi enviado à Terra (Assistam ao primeiro filme). Lois então começa à trabalhar num novo artigo, intitulado Porque o Mundo Precisa do Superman.

Neste ano a série de filmes do Homem de Aço sofrerá um reboot, intitulado de Man of Steel (ainda sem título em português), com Henry Cavill no papel do Homem de Aço. Resta saber se será um arrasa quarteirão melhor do que os anteriores. Mas só aguardando para saber. Obrigado!

Reeve and Routh

Brandon Routh e Christopher Reeve

Henry Cavill - o Super-Homem no novo filme que estréia em 2013.

Henry Cavill – o Super-Homem no novo filme que estréia em 2013.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s