Aula prática de moto nº1

Bom dia Companheiros!

Passei alguns dias de férias em virtude de aguardar resultado de exame teórico, o qual já relatei no post anterior que fui APROVADO, e em seguida agendamento das aulas práticas. Pois bem, no dia seguinte ao que eu fiquei sabendo lá do resultado da teórica, o Sr. Luiz Pacco, o dono da autoescola me ligou, e disse que eu teria que comparecer lá para marcar as aulas práticas. Segundo ele tem um exame já no dia 7 de fevereiro próximo, e se meu desempenho fosse bom, eu já estaria nesse exame.  Agendei, pois, as aulas, sendo uma para terça (ontem 25/01), e a outra para hoje, 26/01. O instrutor viria a ser o Edimar Borges, que por acaso é irmão do professor Érico, das teóricas; e Edimar também é antigo colega de Escola, pois estudávamos juntos no Rodrigues Alves. Nesse intervalo de tempo, assisti muitos vídeos no youtube sobre exames de moto e tal (inclusive descobri outros blogs, que como eu, também estão relatando suas experiências na corrida pela CNH).

Mas vamos à aula de ontem. A primeira pergunta que o instrutor me fez foi se eu já andava de moto. Respondi ironicamente que todos os dias venho trabalhar montado em uma (sem embreagem, é verdade, mas ainda assim moto), e que quando eu trabalhava na SUCAM eu costumava sair a trabalho com a Titan da Prefeitura. Em seguida ele me levou à pista, e lá me explicou cada passo da prova:

A pista é mais ou menos parecida com essa aí do desenho: duas rotatórias em formato de oito; cinco cones (tem que passar em ziguezague); uma sucessão de curvas MUITO fechadas; outro oito; a “rampa” e por fim, a parada. Se passar a roda em cima da faixa, perde três pontos, se pôr o pé no chão, é reprovado, entre tantas outras que direi nos próximos posts.

Antes de começar a rodar pela pista, ele deixou que eu desse uma voltinha no quarteirão para me familiarizar com a moto (YBR azul). Familiarizado, comecei a andar na pista. A primeira impressão que me deu, leitor é: Pensem numa coisinha difícil! Manobrar uma moto numa pista estreita, com uma sucessão de curvas e tal, detalhe: tem que fazer o percurso todo em primeira marcha! Digo que para a primeira aula foi bem dificultoso. Claro que o instrutor me deu dicas importantes, como não inclinar muito e procurar jogar o corpo na direção oposta da inclinação. Acho que por umas duas ou três vezes pus o pé no chão( se fosse no exame eu já estava reprovado). Mas fui me aprimorando a cada volta que dava. Embora senti muita dificuldade nas tais curvas fechadas. Em todo caso, o tempo passou voando. Quando vi, já eram sete horas da tarde (ainda era dia). Perguntei ao instrutor se havia ido bem, e ele me respondeu que fui bem demais para a primeira aula. Em todo caso, hoje tem de novo. Espero conseguir fazer o percurso sem errar hoje, pois gostaria muitíssimo de passar no exame. A quem ler esse pequeno diário puder me dar umas dicas de como ser aprovado no exame prático, ficarei muito agradecido.

Até amanhã!

____________________________________________________

Adendo em 27/01/2011 – Infelizmente não houve aula ontem devido a muita chuva… c***lho. A aula que seria ontem foi remarcada para sábado às 8 da manhã. Até lá!

About these ads

2 comentários em “Aula prática de moto nº1

  1. Oi amigo,
    Sou Carla tenho 41 anos de idade e estou tentando tirar minha carta de moto. Já fiz trinta e uma aulas de moto, nesse tempo, foram marcado dois exames, que por sinal, fui reprovada!
    Só tenho mais essa chance, pois sempre que monto na moto, vai me dando um nervoso, que você nem emagina.
    O meu marido já gastou mil e oitocentos reais nessa brincadeira e eu só tenha mais essa chance. Estou preocupada amigo!
    Talvez ás duas aulas que eu vou fazer antes desse exame será no dia 23/05/12 e o exame no dia 24/05/12.
    Ore por mim, pois preciso e muito!
    OBS: Se quiser entrar em contato comigo, me procure no e-mail.OK!

    • Jonatan disse:

      Carla,
      tenho uma amiga que já passou por uma situação parecida com a sua. se você ler os posts que se seguem eu mesmo ia bem nas aulas práticas e quando chegavam os examinadores eu tremia mais do que vara verde, o que me fez perder o equilíbrio e ser reprovado na primeira vez. É fácil falar ” tenha calma” num momento como esse, mas infelizmente não tem outro jeito. O négócio é tomar um chazinho antes de dormir no dia anterior ao exame, dormir bem e ir preparada psicologicamente. Um remedinho pra baixar a pressão ajuda, mas nada de calmantes fortes pois eles farão você perder a concentração e a habilidade necessárias para manter o equilíbrio na moto. Se a pressão estiver a mil, sugiro meio (só meio) comprimido de propanolol antes de sair de casa e bastante água (leve uma garrafinha) no local da prova enquanto aguarda a sua vez. Sugiro que leve seu capacete particular também (os capacetes da autoescola nem sempre tem boa visibilidade, e você terá que fazer sua prova com a viseira abaixada – viseira aberta = reprovação imediata. Espero ter ajudado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s